Produtos tipicos

Aqui revelam-se sabedorias seculares, usos, costumes e, sobretudo, imaginação que, as mais das vezes, nos fazem sentir o pulsar de uma vida, de uma família, de uma região…. Sabendo que muitos dos nossos visitantes vêm ao nosso Concelho com o objectivo de descobrir a nossa gastronomia, a autarquia de Miranda do Douro, apresenta esta publicação que recolhe uma relação dos pratos típicos da região. Convidamos todos aqueles que lêem este roteiro, que ponham em prática as variadas receitas da cozinha tradicional mirandesa que apresentamos, para recordarem com os seus cinco sentidos as sensações que viveram no nosso Concelho. Sustentada pelo gostinho apurado dos condimentos regionais, a gastronomia faz bom jus à sua fama: é da melhor e mais saborosa do País! Vinhos e petiscos quanto baste. Pratos típicos a espevitar as papilas gustativas. Aperitivos líquidos digestivos. Sabores intensos de origens vegetais ou animais. A carne. Os produtos hortícolas vindos das hortas familiares, as carnes autóctones. As doçarias – uma tentação. De origem árabe ou de cariz conventual. Todas elas de sabores e gostos apuradíssimos, de irresistível aspecto e cheiro, provocadores de deliciosos “pecados”.

Mel

O mel é um alimento, geralmente encontrado em estado líquido viscoso e açucarado, que é produzido pelas abelhas a partir do néctar recolhido de flores e processado pelas enzimas digestivas desses insetos, sendo armazenado em favos em suas colmeias para servir-lhes de alimento. Atualmente, além do mel, podemos obter diversos produtos como o pólen apícola, a geleia real, a apitoxina e a cera.

Navalhas

A qualidade de uma navalha é decisivamente influenciada pelo tipo de aço utilizado. As características mais importantes do aço usado para fazer a lâmina são a resistência à corrosão e dureza. Eles são obtidos pela composição química correspondente e tratamento térmico adequado. A competência do fabricante, mostra-se na sua capacidade de escolha do aço adequado para a finalidade pretendida.

Vinho

Vinho é, genericamente, uma bebida alcoólica produzida por fermentação do sumo de uva.1 Na União Europeia, o vinho é legalmente definido como o produto obtido exclusivamente por fermentação parcial ou total de uvas frescas, inteiras ou esmagadas ou de mostos;2 no Brasil, é considerado vinho a bebida obtida pela fermentação alcoólica de mosto de uva sã, fresca e madura, sendo proibida a aplicação do termo a produtos obtidos a partir de outras matérias-primas.

Enchidos e Presunto

O produto desta operação pode opcionalmente ser defumado antes de ser consumido. Tradicionalmente, muitos dos enchidos portugueses são confeccionados com carnes, gorduras e entranhas resultantes da matança do porco.

Made by Vigo, Pedro and Padrão